This site uses cookies. Cookies are used to guide the user and web analytics and help to make this site better and more user friendly. See more: Privacy
OK

11.04.2013

WINTERSTEIGER AG: Faturamento recorde no jubileu de 60 anos

O exercício de 2013 iniciou com a maior encomenda na história da empresa.

 Apesar das difíceis condições econômicas, foi possível à WINTERSTEIGER AG aumentar seu faturamento no exercício de 2012 em todas as áreas de negócio, alcançando o terceiro recorde seguido de faturamento, de 126,2 milhões de euros.

A área de negócios de tecnologia de nivelamento, que desde a aquisição da KOHLER Maschinenbau GmbH representa o quarto pilar de sustentação do grupo, presenteou a empresa no início do ano com a maior encomenda dos 60 anos de sua história. As novas instalações da KOHLER previstas para 2013/2014 representam o maior investimento individual, e uma nova estrutura organizacional deve impulsionar ainda mais a estratégia de crescimento. Com esse conjunto de projetos, a WINTERSTEIGER iniciou o exercício de 2013 de modo excepcionalmente dinâmico.


Os números do balanço do ano passado mostram um quadro robusto. Assim a WINTERSTEIGER apresenta um bom EBITDA, com uma margem de 10,6% (13,4 milhões de euros). O EBIT ficou em 6,6% (8,3 milhões de euros).

O diretor executivo Dipl.-Ing. Reiner Thalacker comentou que os números em geral são muito positivos: "No último exercício, integramos a KOHLER ao grupo e investimos pesadamente na marca e no futuro."

 

A quota de capital próprio é de impressionantes 46,4% no grupo e de 54,5% na empresa controladora, a WINTERSTEIGER AG. Para o Diretor Financeiro Roland Greul, MBA, esse é um valor "excelente": "Estamos bem equipados para o futuro." A taxa de exportação aumentou ligeiramente para cerca de 90%. A WINTERSTEIGER investiu no ano passado 10,4 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento, o que representa uma taxa de P&D de 8,2% (6,4% em 2011).

Desenvolvimento equilibrado das áreas de negócio.

As quatro áreas de negócio, SPORTS, SEEDMECH, WOODTECH e Técnica de nivelamento desenvolveram-se positivamente, mostrando um resultado equilibrado na comparação dos faturamentos.

 

A área de SPORTS, que oferece soluções completas para a locação e manutenção de esquis e snowboards, ainda é o maior segmento em termos de vendas. Excepcionalmente bem-sucedida foi a filial russa, que pôde adquirir grandes volumes de pedidos em conexão com os jogos olímpicos de inverno de 2014 em Sóchi.

 

Reiner Thalacker está otimista com o exercício em curso e analisa as necessidades específicas de SPORTS: "2013 começou com uma boa temporada de inverno. Devido ao caráter sazonal deste segmento, somos confrontados por exigências crescentes de flexibilidade. Nós respondemos com os novos produtos às necessidades desses clientes. A recém desenvolvida Discovery 2 é uma estação de serviços de esquis totalmente automática, feita sob medida para cada cliente e ampliável. O novo sistema de armazenagem de esquis e de secagem Easystore Flex também pode ter um projeto absolutamente individual." A área BootDoc, integrada no segmento SPORTS, especialista em sistemas de análise de pés e em palmilhas personalizadas, está se desenvolvendo conforme o planejado.

 

O faturamento da SEEDMECH – fornecedor de soluções completas para ensaios de campo – superou em muito as metas estabelecidas com um desenvolvimento muito positivo na Europa, na Rússia e na América do Sul. As perspectivas para o exercício de 2013 são igualmente boas. O grupo nutre grandes expectativas em relação aos países do BRIC, como Brasil, Rússia, partes da Índia e China, como também no que tange aos EUA. Empresas públicas com uma situação orçamentária apertada e grupos internacionais que continuam a se expandir desempenham um papel fundamental nos mercados da SEEDMECH. A alimentação mundial e a bioenergia (biocombustíveis) são uma prioridade muito alta. Além disso, se fazem sentir exigências crescentes de qualidade nos ensaios de campo. No total, a SEEDMECH é a unidade de negócio com maior potencial de crescimento.

 

O segmento WOODTECH registra também um aumento no faturamento, apesar das difíceis condições econômicas (os mercados se recuperaram apenas parcialmente da crise econômica). Outro desafio é o excesso de capacidade, disponível mundialmente no momento ao público-alvo principal, os fabricantes de parquete.

Essas condições a WINTERSTEIGER enfrenta com diversificação de produtos e a inclusão de novas unidades de negócio. Em novembro de 2012, a WINTERSTEIGER adquiriu a maior parte do capital da VAP Gruber Automations GmbH em Mettmach. A VAP fornece soluções de automação e constrói equipamentos para o reparo totalmente automático de superfícies de madeira, vendidos sob a designação "TRC – Timber Repair & Cosmetics". Com a TRC, a WOODTECH completou seu leque de produtos de modo perfeito, devendo gerar um faturamento adicional junto a clientes novos e existentes. A WINTERSTEIGER tem ainda novas unidades de negócio em sua mira, as quais tornar-se-ão acessíveis por meio do produto principal serras de fita de corte fino em combinação com a competência em automação da VAP. Outro triunfo vem a ser a nova serra de fita de corte fino DSB Twinheas NG XM, que pontua com sua construção modular e terá seu lançamento oficial no mercado na LIGNA em Hannover em maio de 2013.

 

Por meio da integração da KOHLER Maschinenbau GmbH, o grupo logrou criar um quarto pilar com o setor de Tecnologia de nivelamento. No todo, o planejamento estratégico de longo prazo, iniciado com a aquisição da KOHLER, mostra que a área de atuação se desenvolveu como esperado. O recém desenvolvido Peak Performer GC com o controle de diferença de nivelamento eletromecânico deve desencadear um aumento nas vendas e um incentivo ao investimento.

 

O maior pedido e o maior investimento individual.

O ano de 2013 iniciou para a WINTERSTEIGER AG com uma grande encomenda de mais de oito milhões de euros, a maior na história da empresa: a KOHLER desenvolveu e produziu um sistema de esteira rolante com mais de 100 m de comprimento para a ThyssenKrupp em Duisburg. Para garantir o futuro crescimento da KOHLER, investe-se em 2013 em um novo prédio para a empresa. Com um montante de aproximadamente 12 milhões de euros, este é o maior investimento individual da WINTERSTEIGER. O início das obras está planejado para o final do outono de 2013, com conclusão prevista em 2014.

Informações básicas: Terreno: aprox. 50.000 m²; Local: zona comercial de Lahr (10 km da localização atual em Friesenheim); Área de produção: aprox. 7.500 m²; administração inclusive o centro de clientes: aprox. 2.000 m²; Montante investido: aprox. 12 milhões de euros.

 

Número de colaboradores em 31 de dezembro de 2012.

A WINTERSTEIGER emprega 810 colaboradores no mundo todo, dos quais 498 na Áustria. Em todo o grupo são 87 colaboradores ativos em P&D. A WINTERSTEIGER considera a formação de aprendizes pedra fundamental para o sucesso da empresa. Após a conclusão de sua formação, quase 100% deles permanecem na WINTERSTEIGER. Estão atualmente em formação no grupo 14 moças e 59 rapazes, e em agosto de 2013 18 novos aprendizes deverão iniciar suas carreiras na empresa.

 

Nova estrutura empresarial nos 60 anos de existência.

Em 2013 começou a implementação da nova estrutura organizacional da empresa, dividida em Business Units (BU) / Unidades de Negócio. A razão disso é o objetivo de estar mais perto dos clientes com unidades de negócios e desse modo ser capaz de obter o melhor conhecimento possível do mercado e dos produtos. As BUs devem acompanhar o desenvolvimento dinâmico das necessidades de modo rápido e eficiente. Com a fusão das áreas de vendas, atendimento ao cliente e desenvolvimento, o grupo se organiza de modo forte e orientado para o cliente no mercado. O produto certo a um preço certo, dentro dos custos esperados, na qualidade certa, no tempo certo e no local certo de entrega é o objetivo e a tarefa das BUs.

 

Perspectivas para o exercício de 2013 em curso.

A WINTERSTEIGER iniciou o exercício de 2013 com uma carteira de pedidos muito boa. A boa temporada de inverno e o forte crescimento na Ásia e na América do Sul são o fundamento de um ano de sucesso em todas as áreas de negócio. O diretor executivo Reiner Thalacker declarou: "Em 2013 definimos de modo realista e criterioso uma meta de vendas de cerca de 135 milhões de euros. A partir da perspectiva de uma empresa global, com uma taxa de exportação de 90%, a estrutura do mercado e o desempenho dos negócios são voláteis. Com nossa política de quatro segmentos, pudemos até agora todavia compensar as oscilações e continuamos a nos manter na rota do crescimento."

  • Faturamento do grupo: 126,2 milhões de euros
  • EBIT: 8,3 milhões de euros (6,6%)
  • EBITDA: 13,4 milhões de euros (10,6%)
  • Quota de capital próprio do grupo: 46,4%
  • Quota de capital próprio da WINTERSTEIGER AG: 54,5%
  • Taxa de exportação: 90,1%
  • Gastos com P&D: 10,4 milhões de euros (taxa de P&D 8,2%)
  • Colaboradores no mundo: 810
  • Colaboradores no país: 498